Flavio Maluf noticia a aquisição da Shoestock pelo Grupo Netshoes

Uma das maiores marcas nacionais de e-commerce, a Netshoes anunciou recentemente, no final do mês de fevereiro, a aquisição da marca Shoestock, conhecida por produzir sapatos e acessórios femininos, noticia o empresário brasileiro Flavio Maluf. Primeira compra feita pelo grupo Netshoes, essa aquisição da Shoestock ocorreu através do site Zattini, um dos principais do grupo, que apesar de lançado recentemente, já possui certo destaque e renome entre os sites do seu segmento.

A Shoestock, criada em 1986, se viu diretamente afetada pela crise econômica do país, que gerou grandes quedas no consumo de seus produtos, o que acabou fazendo com que as lojas da marca fossem sendo progressivamente fechadas e o site da empresa desativado. Até o momento, não foram divulgadas informações sobre os valores da transação. Com a compra, a Netshoes passou a ser a única detentora sobre os direitos da marca Shoestock e deve retomar a produção e venda dos acessórios e calçados da marca ainda esse ano, possivelmente no segundo semestre. As fábricas e lojas próprias da Shoestock também estavam inclusas na negociação, portanto, elas podem ser reaproveitadas e reabertas, caso esse seja o objetivo do Grupo Netshoes, informa Flavio Maluf.

Ao contrário do que muitos imaginam, a Netshoes começou como uma rede de lojas físicas e chegou a ter sete unidades em São Paulo. Contudo, em 2007, as lojas apresentavam um número de vendas reduzido e um dos donos da marca, o empresário paulistano Marcio Kumruain, decidiu apostar exclusivamente no e-commerce ao perceber que essa era uma das principais tendências de comércio em países da Europa e nos Estados Unidos. Segundo Marcio Kumruain, uma das razões que o atraíram para o e-commerce em um período onde pouco se falava sobre o assunto no Brasil, foi o fato de que manter um site no ar não exigia o volume elevado de investimentos das lojas físicas, informa o empresário Flavio Maluf.

Atualmente, quase dez anos após o fechamento das lojas físicas e da decisão em manter o foco exclusivamente no comércio eletrônico, o Grupo Netshoes se tornou uma das maiores lojas online do mundo em artigos e produtos esportivos. De acordo com as estatísticas, o site recebe mais de 50 milhões de visitantes únicos ao mês. Em 2014, a receita líquida do grupo ultrapassou a marca de R$ 1 bilhão, estabelecendo de vez a marca entre as maiores do país. A Internet Retailer, importante empresa norte-americana que estuda esse setor, afirmou recentemente que o Grupo Netshoes já está na sétima posição entre as maiores lojas de e-commerce da América Latina, noticia Flavio Maluf.

Quando perguntado sobre como o Grupo Netshoes tem conseguido driblar a crise e permanecer crescendo, Marcio Kumruain afirma que a principal estratégia da marca é tentar não repassar os efeitos da crise e da inflação nos preços de seus produtos. Além disso, a Netshoes está sempre buscando inovar para atrair a atenção dos consumidores, um exemplo disso, é o fato da marca ter firmado parcerias com as principais empresas de telefonia do país para que os usuários possam acessar o site da Netshoes sem gastarem o seu plano de dados, informa Flavio Maluf.

Fonte: Folha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s