Marcas poderão se beneficiar com mudança no Snapchat, por Flavio Maluf

A forma como as empresas promovem suas marcas pode ter encontrado um precedente favorável no Snapchat. Isto pelo fato do aplicativo ter modificado sua área de busca, suscitando maior divulgação de anúncios e outros formatos de estratégia mercadológica. A mudança no design foi apresentada aos usuários no dia 12 de janeiro e, embora recaia mais para o aspecto estético da rede social, organizações poderão se valer disso para reforçarem os laços com o consumidor por meio da web, noticia o empresário Flavio Maluf, líder da Eucatex.

Inicialmente as alterações puderam ser percebidas apenas nos aparelhos que utilizam a tecnologia Google Android, no entanto, os responsáveis pelo Snapchat anunciaram que brevemente as tornarão disponíveis também para outros tipos de plataformas. Para Jason Stein, CEO da empresa Laundry Service, houve inspiração de outros aplicativos, sobretudo asiáticos, quando se pensou em elaborar uma nova maneira de alterar a página de busca. Segundo ele, o WeChat, oriundo da China e o Line , que surgiu no Japão, foram as bases para as novas atualizações.

Stein acredita que muitos outros aspectos podem ser modificados e que s otimização do mecanismo de busca é apenas o início de uma série de transformações que o Snapchat virá a apresentar. Ele defende a ideia de que, uma vez copiado o estilo da plataforma, também haverá a intenção de se espelhar quanto ao modelo de gestão adotado, tendendo a seguir os mesmos rumos das empresas que administram os aplicativos asiáticos. Flavio Maluf destaca que o executivo disse ter percebido que a rede social repensou o modo apresenta os conteúdos.

O representante da Laundry Service vislumbra um futuro promissor para as marcas que decidirem utilizar o Snapchat, pois com as buscas facilitadas, as empresas poderão pagar para que tenham maior visibilidade perante os usuários. Stein comentou acerca da ascensão que os asiáticos tiveram, já que conseguiram alcançar um público antes inesperado. Flavio Maluf aponta que Simon Lae, responsável pela agência Possible, citou que as mudanças aprimoram a experiência de quem utiliza o aplicativo, facilitando as formas de acesso e menciona as dificuldades encontradas antes da implantação de algumas ferramentas.

O Snapchat tem agregado paulatinamente, desde 2015, algumas marcas que esboçam o desejo de entrada no aplicativo, como Cosmopolitan, Buzz e Vice, para que atuassem na plataforma de criação de mídia, conhecida por Discover. Outro mecanismo chamado de Snapcode, permite aos usuários o escaneamento de anúncios e outros tipos de material publicitário fornecidos por diversas empresas. Dessa forma, potenciais clientes teriam maiores possibilidades no que se refere à busca de produtos e serviços de seu interesse, constituindo uma espécie de ponte entre as organizações e os consumidores, reporta Flavio Maluf.

O Instagram, por sua vez, desenvolveu o Stories, bastante semelhante ao concorrente, sobretudo em relação à ferramenta de vídeo. O diferencial perante a concorrência ocorre na maior facilidade que empresas encontram quanto à promoção de suas marcas, através da inserção de dados em grande volume. O Snapchat estuda realizar a abertura de seu capital, o que promete aumentar o fluxo de atividades comerciais, demandando maiores investimentos de empresas interessadas, sinaliza Flavio Maluf.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s