Por que se tornar um microempreendedor individual – descubra com Flavio Maluf

De acordo com dados recentes do instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados em agosto do ano passado, a taxa de desemprego no Brasil, no segundo trimestre de 2016, chegou a média de 11,3% – a maior já registrada pela pesquisa da instituição desde que começou a ser feita, em 2012. O número de pessoas sem emprego subiu para 11,6 milhões no país, 497 mil a mais do que no primeiro trimestre, isso representa um crescimento de 4,5%.

A solução?  Em meio a crise econômica que assola o país e a esse cenário nada animador, a saída para muitas das pessoas que perderam a sua fonte de renda fixa, é investir em um negócio próprio e tornar-se um empreendedor. A forma mais fácil e barata para que isso seja feito dentro da lei, porém – noticia o presidente das empresas Eucatex, o empresário e executivo Flavio Maluf – é virar o que se chama de microempreendedor individual (MEI). Ou seja, quando a pessoa trabalha por conta própria e legaliza-se como pequeno empresário.

Por que se tornar um MEI

Quando você é, oficialmente, um microempreendedor individual, você possui um Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), isso significa maior facilidade para abrir uma conta bancária, pedir empréstimos e emitir notas fiscais, por exemplo. Você ainda pode ter um empregado contratado que receba um salário mínimo ou, então, o piso da categoria.

Flavio Maluf reporta a explicação do analista do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP), Marcos Viera, a respeito dos benefícios de ser um MEI – “Com um CNPJ em mãos, é possível obter várias vantagens que uma pessoa física não consegue, como facilidades e preços mais atrativos na hora de comprar mercadorias, empréstimo com taxas mais atrativas no BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e no Banco do Povo [em São Paulo], por exemplo”, esclarece o analista.

Além disso, se você paga, regularmente, a contribuição, você possui direitos como licença-maternidade, auxílio-doença, pensão por morte e aposentadoria pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), acentua o executivo Flavio Maluf.

Entretanto, Flavio Maluf também alerta – é preciso estar atento ao fato de que nem todas as atividades podem ser incluídas nesse sistema tributário. Antes de fazer planos, é preciso consultar se o negócio que você pretende abrir consta na lista da categoria. Atualmente, 497 tipos de serviços estão incluídos, como por exemplo, pintor, cabeleireiro, manicure e costureira. Mas existem diversos outros que podem ser conferidos no site do Portal do Microempreendedor Individual.

Atente também para o local de funcionamento da empresa – de acordo com o consultor do Sebrae-SP, toda atividade empresarial exige um alvará de funcionamento. Você até pode trabalhar em casa, contudo, precisa ir até a prefeitura da sua cidade e conferir se o endereço em questão permite o funcionamento de uma empresa – já que, alguns locais são estritamente residenciais. O responsável pela análise também deverá informa-lo se serão necessárias mudanças no espaço para desempenhar a atividade que deseja, lembra o empresário Flavio Maluf.

A inscrição

Depois de tudo decidido e conferido, é preciso fazer a inscrição. O cadastro pode ser realizado diretamente no Portal do Microempreendedor Individual. Ainda, caso você possua dificuldades para concluir o processo, é possível procurar ajuda em alguma das sedes do Sebrae de sua cidade.

Um comentário sobre “Por que se tornar um microempreendedor individual – descubra com Flavio Maluf

  1. Concordo ! Temos de perceber o fato de que há muitos serviços para serem prestados no mundo, e que isso nada tem a ver com o número de empregos disponíveis. Empreender é fazer parte dessa imensa oportunidade, então…, mãos a obra 👍

    Parabéns pelo texto, Flávio.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s